quinta-feira, janeiro 26, 2006

Blogues de madrugada

«Regressando ao gosto na boca ( ou na alma), recordo-me de alguém que morreu há dois anos. Tinha-a ajudado em psicoterapia, ficámos amigos, pediu-me para a ir ver nos dias do fim. Disse-me: Filipe, isto está pronto: já não terei tempo de te mandar a abóbora. Ele há pessoas assim, como os árabes do estudo, desejam deixar os seus assuntos em perfeita ordem.E você, como quer que seja o seu último dia?». Filipe Nunes Vicente no Mar Salgado.

Sem comentários: