quarta-feira, janeiro 30, 2008

O presidente descobriu a pólvora

Parece que o presidente da república descobriu, agora, a eficiência energética. A sua residência oficial passa a reduzir o consumo energético e a emissão de CO2. Mas foi preciso pagar uma auditoria de 6 meses, a empresas de investigação do estado, para o perceber. Ora, lembro-me eu, de ter iniciado a recolha separativa de lixo, muito antes da Algar (empresa responsável pelos resíduos sólidos urbanos) começar a operar no Algarve. E de ter iniciado a produção de compostagem, a partir de restos de alimentos e de podas de vegetação, com a colaboração de alunos e formandos meus. Na altura, muita gente em Portugal achava despiciendo e, às vezes, ridículo. O primeiro-ministro desse período era – espantem-se – Cavaco Silva. Como diz o povo, mais vale tarde que nunca.

Sem comentários: