quarta-feira, junho 27, 2012

O ministro não sabe nadar, io!

A frase expressa bem de quem se fala. A palavra "economia" deve referir-se duplamente a um ministro e à atividade do trabalho remunerado que gera rendimentos. Carrasco, quer dizer algoz, aquele que destroi, enterra ou elimina, neste caso do Algarve, a sua economia. A imagem denuncia também o tempo de pré-apocalipse da construção, sobretudo quando se trata de um edifício nas margens de uma associação empresarial. Ali mesmo, onde o ministro da economia do governo proto-fascista do PSD/CDS vinha por "Portugal a Crescer". O ministro não veio, fugiu da populaça arruaceira, que tinha uma boia para lhe oferecer. Só uma coisa não sabemos: se o ministro sabe nadar!

Sem comentários: