terça-feira, março 04, 2014

Privatizar a água ao capital

Para os media, há uma grande surpresa nos contratos leoninos com as parcerias público-privado no setor das águas. Claro que os media reproduzem, muito a posteriori, o que os pensadores alertam. Neste caso também se sabia que os contratos de atribuição da distribuição da água de consumo aos capitais privados só tinha um desiderato: encher os bolsos dos privados amigos das autarquias e dos governos. Os privados ganharam percentagens acima dos 15% e as autarquias ficaram com os riscos, por exemplo o facto de o consumo naturalmente diminuir com o aumento do preço da água. Quando defendemos a recusa de privatização da água de consumo, é também isto que queremos dizer.

Sem comentários: