domingo, abril 15, 2012

Assembleia de Utentes da Via do Infante aprova resolução contra portagens

Ontem, na sede do Moto Clube do Guadiana, na Aldeia Nova de Vila Real de Santo António, a Assembleia de Utentes da Via do Infante aprovou uma resolução, por aclamação, exigindo a suspensão imediata das portagens na A22/Via Infante de Sagres. Cerca de 40 pessoas, entre as quais representantes do Moto Clube de Faro, da UGT Algarve e da ERTA (Entidade Regional de Turismo do Algarve), debateram as consequências desastrosas da aplicação de taxas de portagem no Algarve. As duas primeiras entidades aproveitaram a ocasião para subscrever a adesão ao Manifesto Luso-Espanhol em Defesa de Áreas Transfronteiriças Livres de Portagens, assinado em Huelva/Andaluzia, no passado dia 9 de março. O vice-presidente da ERTA referiu que aguardava uma deliberação da sua entidade com vista a uma futura adesão. Foi ainda lida uma carta da CEAL (Confederação dos Empresários do Algarve) a solidarizar-se com a luta da Comissão de Utentes da Via do Infante (CUVI) pela suspensão das portagens.
A CUVI espera que as entidades políticas, empresariais e sindicais do Algarve, venham a aderir ao Manifesto Luso-Espanhol pela supressão das portagens na A22 e apoiem claramente novas ações de protesto contra a medida que está a causar um desastre social e económico no Algarve.
Ver mais fotos aqui.

Sem comentários: