sexta-feira, junho 18, 2010

Morreu Saramago

Saramago morreu há pouco, numa ilha do Atlântico onde vivia, longe do lugar rural onde nasceu. Essa mania da identidade nunca o preocupou e só isso tornou possível escrever romances universais que perdurarão sempre. Dele, li muito, e fui cada vez mais me aproximando das suas ideias, tal como ele das minhas. No fundo, só uma coisa nos preocupa: fazer desta terra um lugar para todos vivermos em paz e igualdade, sem sermos mais iguais uns do que outros. Até logo!

Sem comentários: