quinta-feira, novembro 05, 2009

Olá Maestro

Na passada semana organizámos na ESEC uma conferência com um educador popular da Nicarágua. El maestro Orlando Pineda Flores anda há 30 anos a calcorrear montanhas intransitáveis para alfabetizar indígenas abandonados e discriminados pela sociedade letrada. Isto, depois de ter pegado em armas, ainda jovem, para resistir ao genocídio juvenil da ditadura de Somoza. Só temos de estar contentes por verificar que a Nicarágua, no próximo mês de Agosto de 2010, pode vir a ser um país livre de analfabetismo e de ficar tristes por Portugal - um país dito desenvolvido - ter ainda 10% de analfabetos, um milhão portanto. Ler mais aqui.

Sem comentários: