sexta-feira, maio 23, 2008

Guantánamo

O governo continua a meter a cabeça na areia. E ainda por cima se arma em avestruz arrogante. Desde há cerca de um ano que recusa confirmar os voos da CIA no espaço aéreo português, sobretudo os que tiveram origem e destino na prisão americana de Guantánamo. Hoje, finalmente, confirmou a passagem de 56 voos entre Julho de 2005 e Dezembro de 2007. Desses, 55 eram militares. Daqui a um ano confirmará que nesses aviões viajaram prisioneiros muçulmanos acusados de terrorismo pelos EUA.

Sem comentários: