domingo, abril 27, 2008

Abril, há tanto tempo...

Apesar de atrasado (a vida não pára e prefiro isso ao foguetório memorialista das comemorações), aconselho a leitura do conto que escrevi há uns anos sobre o 25 de Abril de há 34 anos. Está ali ao lado, publicado na revista de contos «Bestiário» e chama-se "Trinta anos depois" (link).

Sem comentários: